03
Feb

Banco de Portugal fixa novos "travões" no crédito pessoal às famílias

  

 Apartir de abril, quando um cliente quiser pedir um novo crédito pessoal, vai enfrentar um limite que não tinha até aqui.O prazo máximo dos novos empréstimos de crédito pessoal passa de 10 para sete anos.

A razão desta tomada de decisão, deveu-se ao aumento acelerado do crédito ao consumo concedido pelos bancos a particulares que levaram o Banco de Portugal (BdP) a tomar esta medida de forma a evitar problemas futuros nos sistema bancário e para famílias portuguesas. Sendo assim foram impostos novos limites ao crédito pessoal, com a redução do prazo máximo, passando de 10 anos para sete, a partir de dia um de Abril de 2020.

 

Esta redução não é aplicada a créditos com finalidade a energias renováveis, educação, saúde e crédito automóvel.
O prazo máximo para este tipo de créditos acima mencionados mantém-se nos 10 anos (120 meses).


 Saiba ainda que documentos necessita para o crédito automóvel.